sábado, 9 de outubro de 2010

Livro Ecologia dos Saberes - Maria Candida Moraes

Ecologia dos Saberes
Maria Candida Moraes
Prolíbera Editora

Com este livro Maria Cândida de Moraes nos brinda com reflexões profundas sobre como redirecionar a educação, buscando novos paradigmas que refletem o estado atual do conhecimento. Promover uma educação adequada para que a sociedade possa buscar e consolidar o desenvolvimento voltado para a sustentabilidade, no seu sentido mais amplo, é, sem dúvida, uma questão essencialmente política. Mas pergunta-se, com frequência, que atitude, que pesquisa e que ação a academia pode sugerir. Acredito que a resposta depende de um reconhecimento da relação entre sistemas de conhecimento e valores humanos. Como diz Maria Cândida, necessitamos “não apenas uma reforma do pensamento, mas também maior abertura do coração”.
Desenvolvimento e sustentabilidade dependem do relacionamento muito complexo do indivíduo com a natureza e com seus semelhantes, ou seja, com a sociedade. O indivíduo, a sociedade e a natureza constituem o que, metaforicamente, chamo de triângulo primordial. O grande objetivo é manter o equilíbrio desse triângulo. O equilíbrio é a resposta à busca permanente de sobrevivência, isto é, a satisfação de necessidades materiais, e de transcendência, que é satisfação da criatividade e das necessidades espirituais, visando entender e explicar o real e o imaginário.
Maria Cândida nos sugere neste novo livro, em absoluta consonância com os importantes trabalhos que ela já publicou, um caminho transdisciplinar e transcultural  para a educação. Mostra-nos a possibilidade de levar a humanidade a uma vida digna, sem privações materiais básicas e sem medo, participando, ativamente, no exercício de criatividade consciente e solidária.

Ubiratan D’Ambrosio
Professor Emérito da UNICAMP
e professor no Programa de Pós-Graduação em História da Ciência da PUC/SP,
da Faculdade de Educação da USP
e do Instituto de Geociências e Ciências Exatas da UNESP
Bookmark and Share

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ubiratan D'Ambrosio - Poços de Caldas, 1 de julho de 1969